ACIDENTES DOMÉSTICOS: COMO APLICAR OS PRIMEIROS SOCORROS?

0 Flares Twitter 0 Facebook 0 Filament.io 0 Flares ×

ACIDENTES DOMÉSTICOS: COMO APLICAR OS PRIMEIROS SOCORROS?

Imagem: http://vivomaissaudavel.com.br

Acidentes pegam todos de surpresa e podem acontecer a qualquer momento, em qualquer lugar, seja em casa, no trabalho ou durante atividades do dia a dia. Mesmo que o mais importante seja prevenir, é preciso saber dar os primeiros socorros quando necessário e ter o conhecimento de como proceder nessas situações é o que pode separar a vida da morte.

“Estar preparado para casos como queimaduras e quedas pode ser fundamental para evitar sequelas e até salvar uma vida”, explica o médico socorrista e cirurgião, Hugo Weysfield Mendes.

Queimaduras

Em caso de queimaduras, a primeira ação que deve ser tomada é tirar a vítima de perto da fonte de calor. O local atingido deve ser lavado com água corrente em temperatura ambiente por tempo suficiente para que a área afetada seja resfriada.

O próximo passo é ligar para os Bombeiros (193) ou para o Samu (192) caso não tenha condições de levar a vítima a um hospital ou unidade de pronto atendimento.

“Em nenhum momento utilize receitas caseiras para passar no ferimento ou pomadas, e não estoure as bolhas que se formam em queimaduras de segundo grau. Isto pode agravar a situação e até infeccionar”, alerta Dr. Hugo.

Quedas

Perigoso principalmente para idosos, as quedas representam 65% das causas de fraturas em pessoas acima dos 60 anos (dados do Instituto Nacional de Traumatologia e Ortopedia – INTO do Rio de Janeiro). Antes de tratar o problema, é preciso fazer o máximo para evitá-lo.

Caso um acidente ocorra, o primeiro procedimento é verificar se a vítima está acordada. Confira possíveis machucados e pergunte onde está doendo.

Caso exista um sangramento, estanque, e se houver fratura aparente, não mexa no local e chame imediatamente socorro. “Nunca mova o paciente antes que o socorro especializado chegue. O risco de quebrar uma vértebra e provocar a piora do idoso é muito grande”, orienta o médico socorrista.

Responsabilidade

Dr. Hugo também chama atenção para os trotes e o respeito com o trabalho dos socorristas. “Uma chamada falsa de socorro compromete todo o trabalho das equipes e pode colocar em risco a vida de muita gente. Trote não é brincadeira, é crime”.

Atendimento Precisa

0 Flares Twitter 0 Facebook 0 Filament.io 0 Flares ×